Super Banner

Pneus não dão balanceamento, por quê?

Autor: Full Pneus

Compartilhar:

Pneus não dão balanceamento, por quê?

O balanceamento de um pneu é um dos pontos fundamentais para a durabilidade dessa peça em um automóvel.

Neste sentido, o serviço de balanceamento, apesar de se tratar de um processo simples e considerado até mesmo fácil, é fundamental.

Você deve se perguntar: “Fundamental por qual motivo?”

Respondendo à pergunta, o balanceamento pode ser realizado basicamente em 2 momentos da vida útil desse pneu, que são:

Com isso, a primeira instalação é justamente quando o veículo passa pela troca de pneus. Essa troca consiste em montagem, balanceamento e calibragem.

Já o rodízio, como viemos explicando em outras matérias, é quando os pneus são realocados de local. Essa realocação faz com que os pneus se consumam por igual.

Sendo assim, o processo de realocação dos pneus é feito, justamente, porque os pneus se consomem com maior velocidade que os traseiros.

Nesse sentido, esse consumo se dá porque o peso do motor força os pneus para o solo e, com o atrito, o consumo e o desgaste são maiores que os traseiros.

Para minimizar esse consumo, é necessário que a cada 10 mil km rodados, sejam feitos para que esses pneus durem mais.

Mas, você sabia o porquê o balanceamento deve ser feito também quando é feito o rodízio?

Quer saber mais sobre pneus, balanceamento e rodízio?

Acompanhe nossa matéria e saiba tudo o que a Full Pneus pode te oferecer de melhor.


Balanceamento no rodízio

Sabemos que o balanceamento é fundamental para os pneus. Mas, você sabe o por quê de ser fundamental?

Sendo assim, o balanceamento é um processo que, como o próprio nome já diz, ele balanceia, portanto, ele coloca o pneu em equilíbrio.

Digamos que o pneu tem a tendência a se desgastar mais para um lado. Quando falamos de lado, é a parte externa ou interna do pneu.

A parte externa é a que está para o lado de fora do carro e a interna é a parte de dentro que fica mais próximo ao carro.

Com isso, o balanceamento é justamente para que esse desgaste seja uniforme, para que o pneu encoste toda a banda de rodagem no chão.

E fazer esse processo quando é realizado um rodízio também é o mais indicado. Porque, como o pneu já teve um desgaste, certamente quando for trocado de lugar, a tendência desse desgaste é aumentar.

Então, caso não seja feito o balanceamento e nem o alinhamento, o desgaste desse pneu vai ser bem maior que os outros.

Contudo, caso o pneu não pegue o balanceamento? O porquê disso?


Falta de balanceamento

Existem dois tipos de desequilíbrios: estáticos e dinâmicos.

O desequilíbrio estático faz com que o pneu vibre com maior intensidade na vertical, dando a impressão de rodas quadradas. Já o dinâmico causa uma tendência a vibrar para frente e para trás.

Na prática, é difícil encontrar um desses desequilíbrios na forma pura. 

Ambos os desequilíbrios são mistos e requerem equilíbrios diferentes na medial e lateral e além de 180°. 

Além disso, observe que os pneus também devem ser girados na roda para encontrar a posição mais equilibrada, levando em consideração a posição da válvula.

Para facilitar o equilíbrio em situações críticas:


Cuidados com as rodas

Isso evita o acúmulo de sujeira entre a roda e a pastilha de freio.

Além disso, não esqueça de limpar bem os paralamas.

Principalmente, se passar por lugares de praia, que possuem ruas de terra.

Sempre quando menos esperamos é que mais precisamos dele.


Balanceamento e alinhamento: quando fazer?

O balanceamento deve ser feito sempre que os pneus forem trocados ou que possuam o rodízio.

Mas, você sabe o que é o rodízio e quando fazer?

Rodízio é quando os pneus são mudados de lugar podendo ser trocados de forma que faz um x ou alinhado.

Essas formas de rodízio são formas de manter os quatros pneus se desgastando todos por igual.

Neste sentido, devemos lembrar que os pneus dianteiros ou que estão na dianteira possuem um desgaste maior por conta do peso do pneu.

Esse tipo de desgaste mais aparece quando os mesmos se mantêm por muito tempo no mesmo lugar.

O tempo de se fazer esse rodízio é de 5 a 10 mil km rodados. 

Mas e se não rodo com o carro tanto assim? E só utilizo no final de semana?

Indicamos que seja feito o rodízio a cada 3 a 6 meses, pois o peso do motor diferente do peso dos passageiros é um peso permanente.

Mesmo com o veículo parado, o motor continua no local e fazendo o mesmo desgaste nos pneus.

Para minimizar o desgaste dos pneus é necessário que os mesmos sejam trocados de lugar.

Lembramos também que é de suma importância manter os pneus limpos e calibrados.

Com a calibragem de 15 em 15 dias, mesmo não utilizando o automóvel diariamente.


Full Pneus – Nós somos o seu Centro Automotivo no estado do Rio de Janeiro!

O Centro Automotivo Full Pneus está apto a fornecer os melhores serviços e produtos para o seu veículo com um custo / benefício invejável! Assim, antes de procurar na concorrência, venha em nossa loja ou fale com o nosso atendimento!


Aproveite e venha nos fazer uma visita: Avenida Nilo Peçanha, 1249 – Rua Otávio Tarquino, 1248 – Nova Iguaçu – RJ (próximo a Via Dutra, sentido Rio de Janeiro)

Central de atendimento: 21 2765 6700

Importante: a nossa empresa possui um espaço para as crianças, onde você poderá deixar o seu filho ou filha com segurança – enquanto espera o final de sua compra ou serviço!

 

 Redes Sociais

Facebook               Instagram

 

Matérias Relacionadas

A Full Pneus atende todo o Rio de Janeiro

7 dicas para uma manutenção preventiva do seu carro

Cuidados com os pneus do carro no verão

Os pneus mais baratos do Rio

A Full Pneus trabalha com todas as marcas de pneu automotivo

Clique na marca de Pneu abaixo e veja se tem a sua medida

sentury

Veja também

Mais da Full

Por que o pneu é tão caro?

O pneu é uma parte essencial do nosso veículo, garantindo uma condução segura e confortável.  No entanto, muitas vezes nos deparamos com preços elevados ao comprar um novo conjunto de pneus.  Mas você já se perguntou por que os pneus são tão caros?  Neste artigo, vamos explorar os principais fatores que influenciam o preço dos…

Mito ou fato: Pneu remold é mais barulhento?

Quando se trata de escolher pneus para um veículo, surgem muitas dúvidas 28e mitos, especialmente em relação ao pneu remold.  A saber, uma das questões mais frequentes é se esses pneus são mais barulhentos do que os pneus novos.  No entanto, esta afirmação não é necessariamente verdadeira. A questão do barulho do pneu remold pode…

Por que o pneu estoura?

Imagine a seguinte situação: você está dirigindo tranquilamente pela estrada, quando de repente ouve um estouro alto vindo do pneu do seu carro.  Logo, você sente o volante vibrar e percebe que perdeu o controle do veículo.  Neste caso, essa é uma situação que muitos motoristas já enfrentaram e, sem dúvida, é uma das mais…

O que é pneu radial?

O pneu radial é um tipo de pneu amplamente utilizado nos veículos de hoje em dia.  Dessa forma, os pneus radiais são conhecidos por sua durabilidade, aderência e conforto.  Neste artigo, vamos explorar o que exatamente é um pneu radial e como ele difere dos pneus convencionais.  Além disso, vamos abordar a questão de quanto…

Nova gasolina já é fabricada e preços não dependem da cotação do petróleo

Com o recente anúncio da nova política de preços da Petrobras em relação à gasolina, o combustível já começa a ficar mais barato nas bombas de abastecimento. Contudo, o custo da gasolina ao consumidor continua sujeito à cotação internacional do petróleo com o qual é fabricada no mercado internacional. Os carros elétricos são substitutos naturais…

promção