Troca de Correia

A correia dentada, como diz o nome, possui dentes, que são responsáveis pelo sincronismo entre a parte de baixo do motor e a parte de cima, ou seja, entre o eixo principal e o comando de válvulas. Ela deve ser substituída a cada 50 mil km rodados para garantir o bom funcionamento e a segurança. Uma ruptura da correia, que ocorre se ela estiver desgastada em excesso, pode até fundir o motor.

Os demais componentes da correia também precisam estar em ordem, não adianta a correia ser nova se os rolamentos estão em mau estado. Além disso, é necessário checar se o sincronismo está correto. Substituir a correia sem ter certeza do correto sincronismo é arriscado e pode causar perda de potência e provocar danos irreparáveis ao motor.